governanca-corporativa, inteligencia-de-mercado, gestao-empresarial

Missão, Visão e Valores: um guia prático de implementação

Publicado em 03 de Agosto de 2022

Tudo o que você precisa saber sobre Missão, visão e valores. Tudo o que você precisa saber sobre Missão, visão e valores.

Missão, visão e valores: Isso é quase um mantra para o planejamento estratégico. Veja neste artigo sua definição e um  guia prático para implementação.

O que é missão visão e valores?

 

Como a sua empresa estará daqui a cinco anos? Dizem que não se pode prever o que acontecerá no futuro, mas é possível tentar moldá-lo. E para isso é que servem estas três palavrinhas. Missão, visão e valores correspondem ao tripé do planejamento estratégico de uma organização.

Em outros termos, esses pilares têm por objetivo dirigir estrategicamente uma empresa, permitindo que todos entendam o papel dela dentro do mercado e prevejam sua situação no futuro

“Todas as nossas tomadas de decisão no final do dia devem ser baseadas em missão, visão e valores”, afirma Marilia Beatriz Gomes, Culture & People Head na Atlas Governance. “Tudo o que fazemos deve estar alinhado com esses pilares.” 

Para entender melhor seu significado, veremos do que se trata cada um deles: 

O que é Missão? 

 

A missão de uma empresa nada mais é do que a compreensão de quais benefícios ela pode oferecer ao seu público-alvo. Quais problemas se pretende solucionar? A resposta deste questionamento permitirá a identificação de metas, objetivos e indicadores para a organização. 

O que é Visão? 

 

A visão representa a perspectiva da empresa para o futuro. Para onde a organização pretende ir? Quais objetivos se quer alcançar? Saber isso é fundamental para que se estruture o “como”, pois quem não sabe para onde vai, não chega a lugar algum. 

Uma empresa, por exemplo, tem a visão: tornar-se a maior do mundo no setor X nos próximos dez anos. Todo o planejamento dela, então, deve girar em todo disso, bem como o que ela prioriza ou não em sua Cultura organizacional

O que são valores? 

 

Os valores de uma empresa existem para orientar o comportamento dos colaboradores de acordo com a estratégia do negócio. Com a missão e visão definidas, não será difícil identificar os valores que deverão direcionar a organização no dia a dia.

Descrição da imagem: "qual a diferença entre missão, visão e valores?" Missão: diz respeito à compreensão de quais benefícios e soluções a empresa pode oferecer ao seu público-alvo. Valores: orientam o caminho rumo ao objetivo definido pela visão. Visão: traduz aonde a empresa quer chegar em um dado período de tempo.

Qual a importância da missão, visão e valores? 

 

Você já deve ter ouvido a fábula dos três porquinhos alguma vez. Se não a conhece, iremos resumi-la. 

Três irmãos porquinhos construíram diferentes casas: o primeiro, uma de palha; o segundo, uma de madeira; o terceiro, uma de tijolos. Certo dia, um lobo os atacou, um por um, nessa mesma ordem. 

O primeiro porquinho, percebendo que sua moradia não resistiria por ser feita de palha, fugiu para a casa do irmão vizinho, feita de madeira. 

O lobo derrubou a segunda construção com apenas um forte sopro de seus pulmões. Em sua falta de fôlego, os porquinhos fugiram para a residência do terceiro irmão, feita de tijolos. 

Na terceira tentativa, o lobo não teve sucesso, pois a casa era resistente e bem planejada. 

O que isso tem a ver com missão, visão e valores? Tudo. Perceba: o terceiro porquinho sabia onde estava, onde queria chegar e como poderia alcançar sua meta. Ele desejava segurança. Por isso, planejou-se e dedicou-se para construir algo sólido e resistente contra possíveis adversidades. 

As decisões que o porquinho tomou no processo de desenvolvimento de sua construção foram tomadas com base em onde se queria chegar: os materiais escolhidos, o esforço dedicado, o tempo gasto. 

Nota-se, a partir disso, que missão, visão e valores são palavrinhas de extrema importância para evitar que sua organização caminhe de olhos vendados em relação aos seus propósitos. Este recurso é importante para que se enxergue em qual direção, até quando e como se deve ir. 

“Um planejamento estratégico é composto, em resumo, de objetivos e metas mensuráveis”, afirma Cintia Muller, Head of Marketing na Atlas Governance. “O tripé missão, visão e valores é essencial para a concepção de um bom planejamento, porque traduz em objetivos o que a empresa é e aonde ela quer chegar.” 

Além disso, a profissional explica que tão importante quanto ter objetivos mensuráveis, é ter pessoas para realizá-los. Por isso que os pilares de missão e valores devem estar claros. Eles balizam a cultura de uma empresa. “Pessoas com fit cultural adequado possuem maior senso de pertencimento e, por consequência, se engajam para atingir maiores resultados”, complementa. 

Desvantagens de não possuir missão, visão e valores 

 

De acordo com Marilia, a organização perde credibilidade em tudo o que faz se não possuir missão, visão e valores como norte para o seu planejamento estratégico, pois suas decisões são tomadas sem fundamentação, sem um objetivo claro e, portanto, ao acaso. Essa aleatoriedade, por consequência, pode levar as pessoas a deixarem de acreditar no seu negócio. 

“Se não temos um norte, se você acredita em laranja e eu em pera, a gente vai ter uma discussão eterna se é laranja ou pera”, exemplifica. “Essas palavras (missão, visão e valores) devem estar gravadas na parede do escritório e alinhadas com tudo o que se constrói diariamente.”

Descrição da imagem: texto dizendo "Algumas desvantagens de não possuir missão, visão e valores". Abaixo estão elencados os elementos: Perda de credibilidade; falta de clareza sobre o que cada parte deve entregar; falta de engajamento e senso de pertencimento; quebra de força no desenvolvimento do negócio; e pouca ou nenhuma harmonia entre os colaboradores a respeito dos objetivos.

Para Cintia, além do mais, quando as pessoas não possuem clareza do que precisa ser entregue, elas não se comprometem como deveriam. “A falta de transparência e de rumo faz com que cada um ‘reme para um lado’”, esclarece. “Isso gera uma quebra de força. Se todos remam para o mesmo lado não existe quebra de força, os objetivos são alcançados de forma mais ágil porque depositamos muita energia num mesmo objetivo.” 

No entanto, Marilia destaca, que não adianta apenas tê-las na parede e não as vivenciar no dia a dia. Então... 

Como missão, visão e valores são aplicados no cotidiano de uma empresa? 

 

Existem meios de se implementar as palavras missão, visão e valores de forma prática no dia a dia da organização. E muitos deles consistem em algo importantíssimo para qualquer organização: a comunicação. 

É importante comunicar com frequência, tanto interna quanto externamente, a missão, a visão e os valores da companhia. Divulgar essas informações internamente de todas as formas possíveis permitirá que os colaboradores se coloquem sob um mesmo propósito. Assim, todas as partes do seu negócio trabalharão de maneira mais harmoniosa, como diferentes instrumentos em uma grande orquestra. 

Alguns recursos que podem lhe ajudar a reforçar a missão, visão e valores da sua empresa são: 

- Código de Conduta e Ética; 
- Comitês periódicos para apresentação de resultados e alinhamento de metas; 
- Iniciativas de incentivo à prática de um ou mais valores;
- Treinamentos e webinars

 

Qual o momento certo para definir missão, visão e valores de sua empresa? 

 

Para ser sincero, o desenvolvimento destes pilares não é uma obrigatoriedade. Muitas empresas, inclusive, os desenvolvem depois de já estar há algum tempo em atividade no mercado.

A recomendação, no entanto, é que se tenha estes alicerces bem determinados desde o primeiro dia de existência do negócio, independentemente de seu tamanho. Afinal, como vimos, não os ter pode levar sua empresa a tatear no escuro, lançando-se à sorte. Isso determinará a distância percorrida até o objetivo: andar sem saber para onde vai irá alongar o caminho. 

Como definir a missão, visão e valores de uma empresa? 

 

Agora, a pergunta que não quer calar: qual o passo a passo para definir a missão, visão e valores da sua empresa? Descobriremos a resposta dessa questão a seguir: 

Como definir a missão da empresa 

 

A missão de uma empresa é determinada a partir da resposta que se dá a esta pergunta: para qual problema ou necessidade o seu negócio pretende oferecer solução? 

Depois disso, a melhor forma de transmitir a missão da sua companhia é por meio de uma história. Como e por quê a organização foi fundada? Isso lhe dará um gancho para declarar sua missão. 

Como definir a visão da empresa 

 

A visão da organização, por sua vez, se concentra no futuro. Ela é definida pela conclusão da seguinte questão: onde o seu negócio quer chegar e em quanto tempo? Em quais cidades, estados ou países? Depois de quanto tempo? 

Como definir os valores da empresa 

 

Por fim, os valores representam o “como”. O que se deve priorizar no caminho rumo ao alvo definido pela visão da empresa? Reflita e descubra quais valores deverão nortear a sua organização no trajeto em direção ao seu propósito. 

Aqui na Atlas Governance, por exemplo, temos quatro valores: Clientecentrismo, Qualidade, Segurança e Capital Humano. Estes pilares nos orientam em relação à forma como atendemos nossos clientes. Assista ao depoimento de Carl Mülle, da Duas Rodas, sobre sua experiência com a Atlas, e como nossos valores estão relacionados a essa experiência:

 

A importância da comunicação eficaz para gerir a missão, visão e valores de uma empresa 

 

Qual é o papel da Governança corporativa diante da missão, visão e valores da sua empresa? Sabe-se que o propósito da Governança é assegurar a perenidade do negócio à medida que evita conflitos de interesses entre stakeholders e desenvolve diretrizes. 

Assim, se missão, visão e valores constituem uma receita para o desenvolvimento da sua organização, a Governança trabalha para cumpri-la

Nesse contexto, no entanto, a Governança da sua companhia pode se deparar com alguns problemas. Na ausência de um meio de comunicação que centralize tudo em um ambiente seguro, sua empresa lida com diversos canais. Isso oferece pouca praticidade e segurança. 

Para evitar tais dificuldades, portanto, a melhor coisa a se fazer é digitalizar os processos da governança na sua organização. Os chamados portais (ou softwares de Governança) são ferramentas desenvolvidas exclusivamente para atender às demandas da gestão de colegiados.  

Dentre eles, o Atlas Governance é o maior portal de governança da América Latina, atendendo mais de 400 organizações e mais de 15.000 Conselheiros. Com ele, você pode convocar reuniões em menos de 3 minutos, aposentar seus arquivos e rastrear documentos em uma base de conhecimento digital, centralizar a comunicação da sua governança e muito mais. Quer conhecer o portal pessoalmente? Agende já uma demonstração!

Banner com link. Clique e conheça o portal Atlas.

 

Publicado por Luiz Gustavo Anjos